Google se prepara para lançar um Pixelbook executando o Windows 10

google pixelbook

O Pixelbook é um hardware robusto, bem construído e bonito, mas o fato de eles executarem o Chrome OS significa que ele é muito limitativo para a maioria das pessoas. Sim, pode-se argumentar que o sistema operacional percorreu um longo caminho desde a execução de aplicativos puramente online até o suporte a muitos aplicativos no modo offline. Ele também executa vários aplicativos Android e também como aplicativos Linux.

O ponto principal é que, quando se trata de computação em desktop, as regras do Windows. Se você deseja substituir o seu laptop ou PC de mesa por algo um pouco mais portátil. Será difícil procurar qualquer outra coisa que não execute o Windows 10. Esse fato parece ter surgido no Google e, se os rumores forem verdadeiros, o próximo lançamento do Pixelbook será o Windows 10; não Chrome OS.

Os rumores começaram no início deste ano, quando o Google fez alterações no firmware do Pixelbook para incluir um modo chamado AltOS. Um recurso que permitirá que os usuários alternem entre o Chrome OS e um 'SO alternativo'. Conforme isso acontecer, os usuários poderão fazer a inicialização dupla a partir do Pixelbook.



O candidato mais provável para esse 'sistema operacional alternativo' é o novo sistema operacional Fuchsia do Google ou, pode ser o Windows 10. Todas essas são especulações. Embora os especialistas acreditem que o Windows é o candidato mais provável. Eles podem dizer isso autoritariamente por causa da atualização do firmware do Pixelbook, de acordo com os problemas de compatibilidade de hardware que a Microsoft detectou.

As modificações feitas foram em referência ao Windows Hardware Certification Kit (WHCK) da Microsoft e ao Windows Hardware Lab Kit (HLK). A última é a estrutura de teste da Microsoft usada para validar todos os tipos de drivers e comportamentos de firmware que garantirão que o hardware seja compatível com o Windows 10, enquanto o WHCK é o mesmo teste para o Windows 8.1.

O fato de o Google estar trabalhando na correção do HLK e WHCK no Pixelbook indica que o Windows é o candidato mais provável a ser executado na próxima versão do dispositivo. As chances parecem pequenas de que será o novo sistema operacional Fuchsia do Google, mas só o tempo dirá.