Capacitar os alunos por meio da tecnologia

Se a geração mais velha soubesse que agora os alunos precisam se motivar para estudar, eles pensam que as questões da educação foram para o sul. No entanto, ele está realmente se movendo na direção certa. Tudo está evoluindo e melhorando, assim como o processo de aprendizado. Os estudantes não estão mais dispostos a seguir os velhos caminhos, estão abertos a tudo o que o mundo da tecnologia moderna oferece. Ninguém desconsidera os métodos clássicos de educação, no entanto, não faria mal combiná-los e permitir que os alunos escolham o caminho que lhes proporcionará um forte conhecimento e trará prazer no caminho.

Ultimamente, com toda a quantidade de informações fornecidas e requisitos exigidos, não é mais possível compreender tudo de maneira eficaz, especialmente se forem apenas minúsculas pretas em algum papel esbranquiçado. A situação muda drasticamente no momento em que esse 'filme em preto e branco' se transforma fácil de memorizar e reproduza a imagem. No momento em que os professores conduzem uma aula que apóia seu tópico com elementos visuais eficazes, o aluno percebe que o percebe muito melhor. Ao mesmo tempo em que os alunos apresentam seus projetos e apóiam alguns gráficos, animações e fotos animadas, não apenas as notas estão subindo, mas os colegas terão a chance de aprender algo.

Professores e alunos irão contribuir adicionando recursos visuais ao seu trabalho. Mesmo sem nenhuma experiência séria ou excelentes habilidades em design gráfico, há muitas opções sugeridas para que isso aconteça devido aos diferentes aplicativos existentes. O que você talvez queira conferir é o Crello, plataforma conhecida e útil para quem precisa manter seu trabalho com gráficos sustentáveis ​​para diversos fins - animação, capas, apresentações, fotos, pôsteres, ilustrações. É missão garantir que todos possuam habilidades de design gráfico.Para fazer isso acontecer, oferece ferramentas sólidas para resolver qualquer tarefa de design em um clique.



Tudo é praticamente digital na educação agora. Os alunos logo esquecerão a definição da palavra 'escrita à mão', pois o conceito desaparece devido ao uso constante da tecnologia em qualquer assunto. Testes, prática, enriquecimento, oficinas são todos realizados por meio de certas recompensas tecnológicas. As apresentações, relatórios e projetos dos alunos estão repletos de designs gráficos maravilhosos, fotos vívidas.

A tecnologia é parte inevitável de qualquer processo de aprendizado bem-sucedido que possa contribuir com seu valor para diferentes áreas: estudos escolares, atividades extracurriculares, trabalho de auto-estudo.

Escola

O uso significativo da tecnologia nas aulas presta um grande serviço, incentivando os alunos a se tornarem os facilitadores de seu próprio trabalho. As coisas que eles ouviram de alguém permanecerão, no entanto, o que eles pesquisaram será para sempre. Há certo tempo, para concluir qualquer trabalho de projeto ou algum trabalho de pesquisa, tivemos que obter uma “autorização residencial” para instalar-se em uma enorme biblioteca. O próximo passo seria mergulhar em um abismo de livros e revistas. E, finalmente, para decorá-lo e adicionar cores - tintas, lápis, marcadores e papéis A2 foram nossas principais ferramentas de design. É bom saber que hoje em dia o design gráfico mudou para um nível muito simplificado e bastante sofisticado ao mesmo tempo. A situação mudou drasticamente. Para que o trabalho seja realizado, os alunos precisam apenas possuir um wifi rápido, um gadget para conectar-se e um profundo conhecimento de como o mecanismo de pesquisa funciona. Isso não significa que a Internet fará tudo por eles, apenas aumentará suas habilidades de pesquisa e abordagem criativa para concluir tarefas.

Atividades extracurriculares

Clubes acadêmicos, círculos de arte, grupos de teatro, site e jornal da escola, clube de caridade, banda da escola… Esta lista pode continuar. Como há uma quantidade incontável de coisas com que os alunos se envolvem depois da escola. Adivinha? Todos eles, de uma forma ou de outra, precisarão da ajuda da tecnologia disponível. Eles buscam idéias, criam cartazes, folhetos e banners para a promoção de eventos, anunciam seus planos e nos sites da escola e da comunidade, postam nas mídias sociais colocando suas ações no mapa. Robótica, introdução ao design gráfico, codificação para crianças, desenvolvimento de jogos tornaram-se coisas ensinadas na escola.

Auto estudo

Melhor do que nunca, os alunos estão perfeitamente equipados com todos os materiais e recursos necessários para garantir uma auto-educação de qualidade.Canais do YouTube tenha quase tudo o que queremos descobrir e aprender, basta nomear. Seminários on-line e oficinas, geralmente gratuitos, definitivamente ajudarão a aperfeiçoar seu tom e preencher as lacunas em seu 'banco de dados'. Sites e blogs, cheios de recursos visuais, fotos, animações e infográficos fornecerão as informações da maneira que mais lhe agrada. Até as mídias sociais, quando usadas de maneira inteligente, estão disponíveis para você enriquecer e capacitar seus conhecimentos e habilidades.

Tudo disse ...

Freqüentemente, a tecnologia na educação é mal vista. Uma vez que é temido estar pensando em vez de nós e degradando nosso potencial cerebral. No entanto, do que é observável ultimamente, a situação é bastante oposta. A incorporação bem-sucedida de ferramentas tecnológicas fará com que o sistema educacional se beneficie e faça com que o processo de aprendizado pareça alto e popular entre aqueles que 'poderiam se importar menos'. Contar apenas com as formas estabelecidas há muito tempo, que oferecem pouca diversidade, é o caminho que leva ao tédio e à falta de desenvolvimento. A cooperação de 'novo' e 'velho' ajudará os alunos a se esforçarem e libertá-los da mediocridade.